top of page
  • Foto do escritorArnaldo Simedo

Case de Sucesso Tietê Agroindustrial: Reconhecimento facial - Exataface

Confira nesse post os detalhes de como a Tietê Agroindustrial inovou na gestão do ponto, implantando reconhecimento facial, e vem colhendo benefícios desde então.


No vídeo, você acompanha o depoimento da equipe: Carlos - CAO, Cleiton - RH e Jorge - TI. No texto a seguir, detalhamos o projeto.



"A substituição dos antigos REPs pelo novo sistema de reconhecimento facial trouxe uma série de benefícios para empresa: portabilidade, tecnologia, segurança e controle" - Carlos, CAO.

O projeto - Sistema de reconhecimento facial


Sempre buscando as melhores tecnologias para a empresa, o Gerente de TI, Antônio de Paula estava à procura de uma nova alternativa para o registro de ponto, que facilitasse o processo de gestão. O gerenciamento dos mais de 100 REPs (relógios de ponto) distribuídos entre as duas unidades do grupo demandava muito tempo e esforço da equipe, uma vez que tais equipamentos haviam sido adquiridos juntamente com a publicação da Portaria 1.510.


Após tomar conhecimento do Exataface, a Tietê prontamente realizou uma prova de conceito em campo para validar a solução na prática. Os testes foram realizados nos mais complexos ambientes, como à noite, para garantir que a solução pudesse atender a todos na empresa.


Sob a supervisão de Antônio de Paula, o analista Jorge Veronez acompanhou de perto os testes realizados e após 60 dias deu um parecer muito positivo sob a solução. A partir desse ponto, a equipe de TI, juntamente com o Departamento Pessoal/RH traçaram um plano de substituição gradativa dos antigos relógios.


"Os problemas com recadastro de digital que tínhamos, onde era necessário o funcionário se deslocar ao escritório foi sanado com o smartphone, pois uma vez feito o cadastro em qualquer local da lavoura, isso é replicado automaticamente para todos os outros aparelhos. - Jorge, TI.

Com a economia gerada pelo cancelamento de manutenção dos REPs, a empresa realizou o investimento em smartphones. A troca dos REPs ocorreu rapidamente em 3 ondas sequenciais. O empenho de ambas as equipes (TI/RH) foi primordial no sucesso da implantação. A integração do Exataface com o ERP da empresa ocorreu de forma transparente, uma vez que foram mantidos os layouts utilizados com os relógios de ponto.


A equipe de gestão do ponto, comandada por Cleiton Silva, passou a se beneficiar com diversos dashboards e recursos que o Exataface trouxe e que não existiam na tecnologia anterior.


"Um ponto que gerou admiração por parte dos usuários foi a agilidade. A princípio, achou-se que seriam formadas filas e o processo demoraria, mas isso não ocorreu. - Cleiton, RH.

Após a implantação bem sucedida do ponto, a Exata ID desenvolveu um módulo para requisição de marmitas, atendendo a uma demanda antiga da Tietê. Agora, a empresa estuda expandir o uso do Exataface para realizar o controle de treinamentos obrigatórios e registros de entrega de EPI.


Para mais conteúdos, acesse:

Comments


bottom of page